fbpx

Marketing nas redes sociais: como aplicar ao seu negócio?

Marketing nas redes sociais: como aplicar ao seu negócio?
16 de março de 2021 Marketing Digital

O marketing nas redes sociais é uma estratégia para tornar sua empresa conhecida, alcançar mais pessoas, criar uma audiência, engajar, gerar leads e oportunidades de vendas e fidelizar o público, transformando clientes em defensores de marca.

Até algum tempo atrás, as lojas que queriam atrair clientes precisavam estar nas principais ruas e shoppings da cidade. Hoje, a necessidade de estar diante dos olhos de todos continua a mesma. O que mudou foi que, em vez das avenidas movimentadas, as marcas migraram para as mídias sociais.

Pense por alguns instantes: quantas empresas brasileiras realmente grandes estão fora da internet? A resposta mais provável é nenhuma. E a razão para isso é que há um mercado enorme neste ambiente. Para se ter uma ideia, só no Brasil há 134 milhões de usuários.

E o Facebook, o Instagram, o Linkedin, o TikTok e o YouTube estão entre os endereços mais frequentados, sendo utilizados por 76% dessas pessoas.

gora, o que você pode estar se perguntando é: como eu posso usar o marketing nas redes sociais para crescer o meu negócio? Para isso, nós criamos um guia em que explicamos o passo a passo para usar as mídias de forma estratégica para alcançar os principais objetivos, como:

  • Construir uma audiência;
  • Levar uma mensagem — e produtos ou serviços — para mais pessoas;
  • Transformar o público em contatos e oportunidades de vendas;
  • E mantê-lo engajado e fiel à marca.

Por que fazer marketing nas redes sociais?

Para aproveitar ao máximo o que o marketing digital tem a oferecer, o primeiro passo é ter clareza sobre o que se pretende com as mídias. Esta clareza será o ponto de partida para a criação de um planejamento que faça sentido para você, garantindo o sucesso das suas ações.

Embora seja fato que todos os negócios queiram vender mais pela internet, as redes são, acima de tudo, ferramentas para chegar até mais pessoas, gerar tráfego e captar contatos de pessoas dispostas a comprar de você.

Antes de adquirir qualquer bem ou serviço, todos passamos por um processo em que, primeiro, nos damos conta do que precisamos para, depois, considerar as melhores opções. E, para que isso ocorra, é preciso conhecer a marca e suas soluções, concorda?

A seguir, nós explicamos quais são os principais mais comuns do marketing nas mídias sociais e como usá-los para criar a melhor estratégia:

Alcance e reconhecimento de marca

Num cenário em que cada vez mais empresas entram nas redes sociais, há quem se pergunte se há espaço para novos concorrentes. A resposta é: definitivamente, sim! Mas, para isso, deve-se ter em mente que é preciso se destacar na multidão e chamar a atenção das pessoas certas.

Nesse sentido, o caminho mais indicado é criar conteúdos e anúncios que respondam às principais dúvidas, desejos e necessidades do cliente. Lembre-se: a primeira impressão é a que fica. E publicações informativas e de entretenimento, que gerem valor à audiência, farão com que sua marca tenha credibilidade e seja lembrada positivamente.

Engajamento e relacionamento

O que dita as regras das mídias sociais é a interação entre as pessoas. Sem interação, os usuários ficam menos tempo nas redes, tornando-as menos valiosas para empresas e anunciantes. Essa é a lógica do mercado, o que impacta diretamente quem quer se destacar nesse ambiente.

Então, como ter um perfil relevante? Para isso, é preciso que a página gere engajamento, o que significa curtidas, comentários, compartilhamentos e cliques. Embora esse seja o jogo a ser jogado, é importante notar que ele abre uma oportunidade enorme para você: a de se relacionar e criar um canal direto com o público.

Perceba: ao responder a comentários e perguntas, você pode identificar e corrigir problemas, criando novas soluções e aumentando a retenção e fidelização de clientes.

Geração de leads e oportunidades de vendas

As mídias sociais são uma ferramenta eficiente não só para vendas diretas, mas também para captar contatos e criar listas de pessoas interessadas nas suas ofertas, seja para estratégias de inbound marketing, seja para o lançamento de produtos digitais.

Ao usar as redes, você garante canais de tráfego importantes para páginas de conversão — landing pages — e até para o Whatsapp da sua empresa. E isso não é tudo. Quanto mais clientes interagirem com os conteúdos e anúncios, melhores serão os dados coletados pelas mídias, que entregarão suas ofertas às pessoas certas.

Como fazer marketing nas redes sociais?Como fazer marketing nas redes sociais?

Todas as empresas que estão nas mídias o fazem porque desejam chegar a um determinado resultado. E esse resultado só é possível com um bom planejamento. Mas, mesmo sendo um ponto extremamente importante, a verdade é que muitos negócios erram ao não investir tempo suficiente aqui.

Entre as consequências estão a desconfiança e a descrença no poder das redes e até o abandono da produção de conteúdos para os perfis. Então, se a estratégia de marketing digital é tão importante, o que é necessário fazer para que ela seja realmente efetiva?

1. Trace seus objetivos

A primeira resposta a essa pergunta é definir o que você quer conquistar com o trabalho de social media. Como vimos anteriormente, os objetivos mais comuns são:

  • Criar audiência;
  • Tornar a marca conhecida e lembrada;
  • Relacionar-se com clientes e seguidores;
  • Fidelizar e gerar defensores de marca;
  • Monitorar a marca e a de seus concorrentes;
  • Gerar leads e oportunidades de vendas.

2. Analise sua presença digital

O segundo passo para criar um planejamento de mídias sociais é fazer um diagnóstico de marketing digital. Caso você não saiba por onde começar, faça uma lista de todos os perfis que sua empresa tem nas redes, quais canais e ferramentas digitais são usados pelo seu negócio — site, whatsapp, e-mail marketing e Google Ads, por exemplo — e quais trazem os melhores resultados.

A partir dessa análise, você poderá integrar todos os recursos à disposição para criar uma estratégia mais eficiente. Se quiser encurtar caminhos e fazer um diagnóstico agora, é só acessar a nossa ferramenta gratuita aqui.

3. Defina indicadores de performance

A análise de presença digital servirá para entender em que ponto está, aonde quer chegar e quais ações trazem os resultados desejados. E, para controlar o andamento das atividades, é necessário definir quais indicadores-chave de performance (KPIs) e métricas serão monitorados.

Mas vale notar que a escolha dos indicadores dependerá muito dos objetivos da empresa. Por exemplo: caso você queira vender mais pela internet, precisará acompanhar o retorno sobre o investimento (ROI) e o custo de aquisição do cliente (CAC). Agora, se os objetivos estiverem relacionados ao branding, fique atento ao alcance e às impressões de página e publicações ao longo do tempo.

4. Construa um perfil de cliente ideal

Para ser ouvido, é preciso que a sua audiência se identifique e se interesse por aquilo que você tem a dizer. E a melhor forma de saber o que o público quer é pela criação de um perfil de cliente ideal.

Nele, você traçará o que chamamos de persona, uma personagem fictícia que representa não só o gênero, a idade, a renda e a cidade em que ela se encontra, mas também aspectos comportamentais e que possam influenciar o processo de compras, como:

  • Os desejos dessa pessoa;
  • Os medos e os problemas que ela precisa resolver;
  • As mídias sociais que ela mais usa;
  • Os meios preferidos para se comunicar e se informar;
  • O que faz com que ela compre ou deixe de comprar de você;
  • E como os produtos e serviços da empresa podem ajudá-la a alcançar o que almeja ou a resolver alguma dor.

Para encontrar essas respostas, o ideal é fazer uma entrevista com os seus clientes. Mas, como nem sempre isso é possível, existem outras formas de pegar essas informações. Entre os exemplos estão a análise de perfis em redes sociais — netnografia — e conversas com a equipe de vendas.

5. Avalie a concorrência

Pesquisar a concorrência é uma etapa importante, porque ajuda não só a entender quais formatos explorar — como vídeos, fotos e galerias de imagens — como também os assuntos que ela aborda ou deixa de abordar e quais conteúdos têm mais interações.

Dessa forma, você pode observar os erros e acertos, aproveitar as melhores ideias e criar conteúdos e anúncios próprios, com personalidade. Ah, e não se limite à sua cidade. Acompanhe também os grandes players do mercado. Veja o que estão fazendo de inovador e diferente, identifique padrões e tente replicar o que faz sentido para seu negócio.

6. Defina um posicionamento digital

Assim como no marketing, o posicionamento digital trata-se de mostrar o que a sua marca tem de único, seja o atendimento de excelência, seja a sofisticação ou a inovação. Entretanto, este é apenas um dos pontos a serem considerados.

Como dissemos, muito do sucesso do marketing nas redes sociais está em se destacar dos demais. E ter uma linguagem própria, tanto na escrita quanto na imagem, ajuda a ser visto como uma empresa diferente das demais.

Além disso, defina um tom de voz da marca — a forma como você irá falar com as pessoas — e as expressões a serem usadas ou evitadas. Mas, acima de tudo, seja fiel ao seu estilo. Afinal, se o seu negócio é mais tradicional, não tente usar uma comunicação jovem e descolada.

7. Escolha as mídias mais adequadas

A partir das fases anteriores, você terá informações suficientes para escolher quais mídias sociais são as mais adequadas para os seus perfis. Tenha em mente que nem sempre a rede do momento é onde o seu público está.

Para fazer a escolha certa, analise a sua persona, pesquise as redes em que ela se encontra e estude a linguagem usada em cada um desses canais. Não seja um estranho no ninho. Os vídeos no TikTok têm uma estética própria e que não é replicável no Linkedin, por exemplo.

8. Crie um planejamento de conteúdos e publique

Um dos fatores determinantes para criar audiências engajadas e rentáveis está na consistência das publicações. Por isso, para se destacar e garantir que seus conteúdos sejam entregues é preciso ter frequência.

Quando falamos em frequência, existe uma certa polêmica em torno do número de postagens produzidas para cada rede. Mas o que muitos dos gurus desconsideram é que nem todos têm braço ou tempo suficientes para publicar diariamente no Facebook, no Instagram e nos Stories.

Então, em vez de se preocupar com isso, comprometa-se em publicar semanalmente. Dessa forma, você não terá a entregabilidade tão afetada e poderá testar os tipos de posts com melhor aceitação do público.

Mas, se depois de ler isso, você achar que manter essa frequência ainda é difícil para você, crie um planejamento de conteúdos e faça textos e artes com antecedência. Para ajudar na escolha, defina uma linha editorial — entretenimento, informativa, infotenimento ou utilitária, por exemplo — e estabeleça as áreas sobre as quais seu negócio tem autoridade para falar — nutrição, finanças pessoais, decoração ou automação industrial.

Use a linha editorial e as áreas de conhecimento como guia para as publicações e produza e programe os posts considerando os dias e horários em que o seu público está nas redes.

Quais são as principais redes sociais usadas no marketing digital?

De tempos em tempos, novas mídias surgem para tornar a concorrência mais acirrada. No início de 2021, a bola da vez estava com o Clubhouse. Já em plena pandemia de 2020, o que vimos foi o crescimento vertiginoso do Instagram no Brasil e a adesão em massa ao Tik Tok.

Diante de tantas opções, é comum ficar confuso quanto à escolha das melhores mídias para o seu negócio. Por isso, damos aqui algumas dicas para ajudá-lo a avaliar quais fazem mais sentido para você:

Marketing para FacebookMarketing para Facebook

Embora seja a rede social mais usada no mundo, o Facebook está sendo abandonado pelas gerações mais novas. Mesmo assim, continua sendo importante para muitos segmentos. Nos últimos anos, tem apostado nas comunidades, o que pode ser um bom canal de relacionamento e vendas. Além disso, oferece a opção de catálogos de vendas e anúncios para alcance e geração de leads e oportunidades.

Marketing para InstagramMarketing para Instagram

Uma das redes mais populares entre os usuários em 2021, o Instagram tem conteúdos mais leves e com foco em vídeos e imagens. Conta com ferramentas para negócios como o Instagram Shopping, que permite marcar produtos em fotos e direcionar às vendas no site; e uma plataforma de anúncios integrada ao Facebook Ads, que pode ser usada por empresas de diferentes setores.

Marketing para LinkedinMarketing para Linkedin

Hoje, o Linkedin é a principal mídia para conexões profissionais e marketing B2B. Tem alcance orgânico maior que o Facebook e o Instagram e concentra sua força nos perfis pessoais. Mas, por meio das company pages, oferece também algumas possibilidades, como a oportunidade de humanizar marcas e a captação de talentos e leads.

Agora que você conhece mais sobre o potencial do marketing nas redes sociais e como usá-lo de maneira estratégica para o seu negócio, o próximo passo é colocar nossas dicas em prática! Se você gostou desse texto, mostre para a gente compartilhando a publicação.

Conheça nossos serviços de Marketing Digital

COMENTE!