fbpx
Coronavírus: O Guia de Marketing Digital para vencer a crise
30 de março de 2020 Marketing Digital

Se antes o marketing digital era uma necessidade, com a crise desencadeada pela pandemia do coronavírus, ele se tornou um item indispensável para a sobrevivência das empresas.

Afinal, as políticas de distanciamento social levaram as pessoas a passar menos tempo nas ruas. E os canais digitais a serem a principal — ou mesmo a única — alternativa para a compra de produtos e serviços.

Agora, não são mais os clientes que devem chegar até você, mas sim você quem precisa chegar até eles. A grande questão é: como? Para responder a esta pergunta, a 095 Design criou um guia prático com todas as ações que precisam ser tomadas para agir o quanto antes e superar a crise.

Para facilitar a leitura, nós dividimos este material em três capítulos que podem ser acessados individualmente. Entretanto, caso precise de respostas personalizadas, nós recomendamos fortemente que você leia até o final. Acompanhe:

 
1. Como fortalecer o seu marketing digital
2. Quais ações implementar para as áreas de comércio e serviços
3. Como se comunicar com o público durante a crise

 

1. Como fortalecer seu marketing digital em tempos de coronavírus

Foque no atendimento

Certamente, a primeira medida que precisa ser tomada para manter os negócios funcionando é focar nos clientes que você já tem. Por isso, concentre-se na fidelização e na agilidade das respostas às demandas do consumidor.

Mas não fique só nisso. Avalie também a possibilidade de oferecer vantagens e promoções, como brindes e isenções de taxas, para gerar valor aos seus compradores.

Reavalie seus canais de comunicação

Você está onde os seus clientes estão? Esta é a pergunta que precisa ser feita antes de concentrar os seus esforços em algum canal de comunicação digital — sejam as mídias sociais, seja o e-mail ou os aplicativos de conversa.

Portanto, caso você já realize ações de marketing, faça uma análise criteriosa, descubra quais são as mídias que trazem os melhores resultados para sua empresa e faça um rebalanceamento dos investimentos.

Torne-se uma autoridade

Mais do que nunca, essa é a hora em que a sua marca precisa ser lembrada. Afinal, este é um momento de cooperação. E qualquer ajuda para superar a crise será vista como um sinal de preocupação e comprometimento.

Por isso, produza conteúdos relevantes e que realmente façam para as pessoas superarem a crise.

Crie comunidades

Com o interesse nas mídias sociais voltado para o coronavírus e seus desdobramentos, é natural que a concorrência seja maior — e que as suas publicações tenham menos alcance.

Para reverter essa situação, invista no poder das comunidades. Trabalhe com grupos fechados, como listas de e-mail, Telegram e Facebook. Assim, você terá a atenção do seu público e poderá entregar sua mensagem de maneira mais assertiva.

Planeje o seu futuro

Quem já passou por outras crises sabe: todas são cíclicas. Portanto, quem se preparar agora para a retomada estará em vantagem em relação à concorrência.

Por isso, aproveite o momento para planejar novos produtos e serviços — ou mesmo para repensar o modelo de negócios — de forma a atender às novas necessidades do seu público-alvo.

 

2. Quais ações implementar para as áreas de comércio e serviços

Comércio

Embora seja um dos setores mais afetados pelo coronavírus, é possível mitigar os prejuízos do comércio por meio da digitalização do seu negócio, como a criação de um e-commerce ou o uso de plataformas já existentes, como OLX e Mercado Livre. Mas, para isso, é preciso agir rápido.

Para chamar a atenção do cliente, use o Instagram e o Pinterest — que têm maior apelo visual — como vitrines para os seus produtos. E, se o Facebook funcionar bem para os seus clientes, aproveite a função dos catálogos.

Como dissemos, agora o atendimento é fundamental. Por isso, profissionalize os canais de comunicação para entregar um serviço com excelência. Instale o Whatsapp Business para ganhar mais funcionalidades. Crie respostas automatizadas para as dúvidas mais frequentes no Facebook e no Instagram e certifique-se que os contatos no site e no Google Meu Negócio estão atualizados.

Serviços

Aqui, as melhores apostas estão na retenção dos clientes, por meio de um atendimento impecável, e na reativação daqueles que foram menos atingidos pela crise.

Uma das maneiras mais rápidas para a reativação dos clientes é o e-mail marketing e os anúncios de remarketing no Google e nas mídias sociais. Repensar o seu modelo de negócios e oferecer consultorias on-line também são formas de contornar as dificuldades do momento e gerar demanda pelos serviços.

Ah, e não se esqueça de produzir conteúdos nas mídias que resolvam os problemas do dia a dia dessas pessoas. Isso fará com que a sua marca ganhe pontos e seja lembrada pelo seu público.

Dica Extra: Bares e Restaurantes

Sem dúvidas, o setor da alimentação será um dos mais afetados pela crise, o que exigirá criatividade e um maior esforço na maneira de se comunicar com os consumidores.

Para quem está com o serviço de entrega a pleno vapor, esclareça quais medidas sanitárias foram tomadas e de que maneira os seus produtos podem contribuir para a vida das pessoas, a exemplo das comidas saudáveis e das congeladas.

Mas, para se destacar da concorrência e gerar procura pela sua empresa, nosso melhor conselho é investir o quanto antes em anúncios no Google e nas mídias sociais.

 

3. Como se comunicar com o público durante a crise do coronavírus

Trate de assuntos de interesse da sua audiência

Mais do que nunca, essa é a hora para entender as principais dúvidas dos seus clientes e como sua empresa pode ajudá-los. Para isso, analise as principais características dos compradores e descubra quais conteúdos podem trazer valor a eles.

Assuntos relacionados ao aumento de produtividade, home office, boa alimentação e exercícios físicos são alguns exemplos. Mas, ao se comunicar, tenha bastante cuidado com o tom de voz da marca.

Afinal, não há nada de errado em ser mais informal. Só tenha cuidado para manter-se sóbrio e ter empatia sempre.

Crie canais para a resolução de problemas

Como dissemos no primeiro capítulo deste material, esse é o momento para amparar e criar uma rede de apoio aos consumidores. Por isso, aproveite para criar canais de resolução de dúvidas e problemas que possam surgir neste período.

Entre as opções estão a criação de páginas de perguntas frequentes (FAQ) — o que pode ser feito nos destaques do Instagram Stories, por exemplo — e manter uma equipe disponível para o atendimento on-line aos clientes.

Aposte em lives e webinars

Quem está no Instagram, aliás, percebeu que houve uma explosão de lives nas primeiras semanas da crise, não é mesmo?

De fato, essa é uma maneira bastante eficiente de estar em contato com o seu público e reforçar o senso de comunidade entre os compradores.

Mas, dependendo do seu negócio, é possível seguir outros caminhos e realizar webinars para tirar dúvidas ou realizar demonstrações de produtos e serviços em vídeo.

Com este guia, nós esperamos dar a você os insights necessários para implementar estratégias e ações de marketing digital efetivas para vencer a crise do coronavírus e sair dela com a sua marca fortalecida.

Caso você tenha gostado deste conteúdo e queria uma solução personalizada para o seu negócio, estamos à disposição pelos nossos canais de atendimento.

 

1 Comment

  1. Paula Vieira

    03 abr 2020 - 10:13

    Artigo super completo e interessante!

COMENTE!